segunda-feira, 23 de maio de 2016

Estudo Sobre a Lei de Deus

 

Estudo Sobre a Lei de Deus

A Bíblia apresenta claramente a existência de duas leis, uma moral e outra cerimonial. Embora as duas tenham sido criadas pelo próprio Deus, elas diferem em natureza e propósito. Vamos observar algumas dessas diferenças:

* No Caráter – A primeira é perfeita. Salmo19:7, A segunda é imperfeita. Hebreus 7:19. Uma é santa e justa Romanos. 7:12, A outra é fraca. Hebreus 7:18. A primeira gera liberdade. Tiago 2:12, A segunda, gera escravidão.. Isaías 28:13. Uma produz vida. Ezequiel 20:11, A outra produz a morte. Ezequiel 20:25.

* No Destaque – A Lei moral foi escrita por Deus. Êxodo 31:18, A cerimonial, foi escrita por Moisés. Deut. 31:9. A primeira foi escrita em tábuas de pedra. Êxodo 31:18, A segunda foi escrita em um livro. Deuteronômio 31:24. A Lei moral foi colocada dentro da Arca. Deuteronômio 10:5, A lei cerimonial foi colocada ao lado, mas fora da arca. Deuteronômio 31:26. A primeira é chamada de: “Lei Real” Tiago 3:8, A segunda é chamada de: “lei de sombras” Hebreus 10:1

* Na Duração – A lei moral, Jesus diz que não passará. Mateus 5:18, A cerimonial, Paulo diz que foi abolida. Efésios 2:15. A primeira diz que está firmada. Salmo 119:152, A segunda diz que foi removida. Uma é eterna. Salmo 119:144, a outra diz que houve mudança. Hebreus 7:12. A lei moral é inviolável. Salmo 89:34, a lei cerimonial diz que foi dada até que viesse o descendente. Gálatas 3:19

Mediante estes textos Bíblicos fica clara a existência de duas leis. Mas a Bíblia vai mais além, ela identifica qual é a lei moral e qual é a lei cerimonial. Vejamos:

A Lei Moral – Êxodo 20:3-11, fala aqui da Lei dos Dez mandamentos. Os primeiros quatro falam do nosso dever para com Deus, e os seis últimos, do nosso dever para com o próximo. Foi dessa Lei que Jesus disse que não veio ab-rogar. Observe atentamente Mateus 5:17 com os versos 21,27. Esta mesma lei é repetida diversas vezes no Novo Testamento, conforme podemos ver em: Atos 14:15, João 5:21, Tiago 5:22, Hebreus 4:4,9. Efésios 6:1, Romanos 13:9, 1. Corintios 6:9-10, Efésios 4:28, Colossenses 3:9, e Efésios 5:3.

A lei Cerimonial – é também identificada em vários lugares nas Escrituras. Observe: Oséias 2:11, Gálatas 4:8-11, Colossenses 2:14,16-17,20-23, Hebreus 10:4, Gálatas 5:2. Aqui se faz clara referências à: dias, festas, meses, tempos, anos, comidas, bebidas, a questão de tocar ou não tocar, sacrifícios de animais e a lei da circuncisão.

Observação: Quando se estuda a diferença das duas leis podemos observar ainda que uma ensina princípios morais, e a outra, princípios cerimônias. Uma se aplica à vida pessoal, a outra se aplica aos rituais. A primeira vale em todas as circunstâncias, a segunda, é de acordo as circunstancias. Desse modo fica claro o fato de que cada lei exposta na Bíblia cumpre um determinado propósito.


PORQUE FOI DADA A LEI CERIMONIAL

No livro de Ezequiel capítulo 20:11, Deus declara que deu a Israel um conjunto de normas que se eles cumprissem, poderiam viver, mas infelizmente eles não deram ouvidos e não apreciaram a importância e beleza dessas normas. Verso 13. Por esta razão, foi acrescentada uma segunda lei bem diferente da primeira, enquanto aquela era estatutos e juízos da vida, a segunda era estatutos e juízos da morte. Ver verso 24,25.
O profeta Isaías fala desse mesmo assunto no capítulo 28, nos versos 10, 11,12. Os preceitos e regras apresentados aqui têm sua origem na lei do amor, pois cuidar e zelar do próximo faz parte da lei moral. Dessa lei Deus declara no verso 12: “este é o descanso”, mas eles não quiseram ouvir. Em conseqüência a este ato de rebeldia, o verso 13 revela o acréscimo de regras e preceitos que não trariam nem um bem. Trariam: laços, prisão, quebrantamento e queda.
O apóstolo dos gentios declara a existência de uma lei adicionada, vinda à existência por causa da transgressão. Gálatas 3:19 e a escritora Ellen G. White faz nisto um interessante comentário. Diz Ela: “Se o homem houvesse guardado a lei de Deus, não havia necessidade de se ordenar a circuncisão... e se o povo houvesse praticado os princípios dos Dez Mandamentos, não teria havido necessidade das instruções adicionais dadas a Moisés.” Patriarcas e Profetas páginas 220 e 222 (Ed. Condensada). Diante desses fatos, podemos concluir que a razão pela qual veio à lei cerimonial foi por causa da própria dureza do povo em ouvir e obedecer à lei moral. No entanto olhando para outros textos das Escrituras Sagradas, podemos enxergar uma segunda razão pelo qual a lei cerimonial veio à existência. Em Hebreus 10:1 e Colossenses 2:16-17, aponta que a lei cerimonial, eram sombras, ou figuras da realidade, realidade esta que apontava para Cristo. Hebreus 9:11. Por isso podemos chegar à conclusão final de que a lei cerimonial embora tenha sido dada em razão do pecado, também serviu para apontar àquele que tiraria o pecado. João 1:29.

PORQUE AS FESTIVIDADES JUDAICAS SÃO LEIS CERIMONIAIS?

Vamos examinar oito verdades extraídas dos livros de Oséias 2:11, Gálatas 4:8-11, Colossenses 2:16-17 e Hebreus 10:1

1º Elas deveriam cessar. Oséias 2:11

2º Observá-las, não significa avançar no conhecimento de Deus. Gál. 4:9

3º São classificadas como: “rudimentos fracos e pobres”. Gál. 4:9

4º Sua observância após a cruz é uma volta à escravidão – Gál. 4:9

5º A pregação dessas leis consiste em anular o trabalho de Paulo. Que por sua vez, trabalhava para Deus. Ver Atos 9:15

6º A igreja não deve se julgada por estas leis. Colossenses 2:16

7° Estas leis são sombras de bens futuros. Colossenses 2:17

8º A lei que contem sombras de bens futuros é imperfeita, e não reflete a imagem das coisas. Hebreus 10:1

PARA REFLEXÃO - Querido irmão: Só Cristo é a imagem exata das coisas da quais aquelas leis eram sombras. Com quem devemos apegar? Com a sombra ou a Realidade?

Diante desse fato, surge aqui uma pergunta importante: Em Colossenses 2:16 e Gálatas 4:10, Paulo não está incluindo também o sábado semanal? Vejamos porque não:

1. O Sábado do sétimo dia faz parte da lei moral, escrita pelo próprio Deus. Êxodo 31:18
2. Foi criado antes que o pecado entrasse no mundo. Gênesis 2:1-3
3. Somente dele se diz: “Descansou, Abençoou e Santificou”. Gênesis 2:2-3
4. Ele é chamado de: “Meus Sábados” Êxodo 31:13, “Meu santo dia” Isaías 58:13
5. É sinal entre Deus e seu povo. Ezequiel 20:20
6. Jesus guardou o sábado e ensinou o modo correto de guardar. Lucas 4:16, Mateus 12:12
7. Os discípulos guardaram mesmo depois da cruz. Lucas 23:56 e Atos 18:4,11
8. O sábado estaria envolvido na última controvérsia. Mateus 24:20
9. Resta ainda um sábado, no tocante ao sétimo dia. Hebreus 4:4,9
10. João dá referencia ao sábado do sétimo dia. Apocalipse 1:10
11. Este sábado será celebrado na Nova Terra. Isaías 66:23

IMPORTANTE: Há diferenças claras entre o Sábado moral e entre os sábados cerimoniais. O Sábado Moral foi instituído na criação. Os sábados cerimoniais instituídos no Sinai. O Sábado Moral Deus descansou. Nos sábados cerimoniais Deus não descansou. Um foi escrito pelo próprio Deus, os outros foram escrito por Moisés. O primeiro é guardado a cada semana. Os demais é guardado sete vezes no ano. O Sábado Semanal é um sinal eterno. Êxodo 31:13,17. Os outros deveriam cessar. Oséias 2:11.

CORRIGINDO EQUIVOCOS

Êxodo 31:13 não incluem os sábados anuais?
Resposta: Pelo contrário, os versos 14-18, revelam como clareza que estes sábados, referem-se ao semanal. Análise o verso 13 com o verso 17.

A palavra: “ Meus Sábados” só se refere ao sábado semanal?
Resposta: É o próprio Deus que faz distinção de: “Meus Sábados” Ezequiel 20:20, e de: “seus sábados” Oséias 2:11. “Meu santo dia” Isaías 58:13 de: “vossos sábados” Levítico 23:32; 26:35

Malaquias 4:4 não é um chamado a guardar toda a lei com seus estatutos e juízos?
Resposta: É um chamado a guardar sim, toda a lei que ainda não alcançou o seu cumprimento. Observe o que Jesus disse: “Nem um til ou um “J” se omitirá da lei até que tudo se cumpra.” Mateus 5:18

Hebreus 8:8-10 não dizem que nos últimos dias as leis de Deus seriam escritas em nossos corações?
Resposta: É verdade, mas como já se disse somente às leis que não foram cumpridas. Mas para tirar qualquer dúvida, vamos ver aqui o quanto este texto fala sobre a Lei do Decálogo.
1° O verso 10 diz que Deus escreve. Pergunta: Que Lei Deus escreveu?
2° No verso 9 Deus diz que não fará como na primeira aliança. Pergunta: Como Deus fez com a primeira? Na primeira aliança Deus escreveu a Sua Lei em tábuas de pedras (algo como fora do homem – daí a razão por eles terem falhado), mas agora esta lei está sendo escrita dentro do homem. (na mente e no coração).
3° No capitulo 9:4 fala que as tábuas estão relacionadas à Aliança.
4° Falando desta obra de inscrição, o Apóstolo dos gentios faz referência clara à Lei dos Dez Mandamentos 2º Coríntios 3:3. 5° Todas as demais leis que não contem aspectos cerimoniais, circunstanciais ou locais, entram na Nova Aliança.

Colossenses 2:16-17 não transfere estas leis para o nosso tempo?
Resposta: Mediante as oito verdades apresentadas sobre estas ordenanças, temos razão suficiente para crer que Paulo jamais quis dizer isto. 1° Quando ele disse que estas ordenanças eram sombras, revelou que elas fazem parte de um conjunto de leis imperfeitas. Analise Hebreu 10:1. 2° Os bens futuros apenas apontam aspectos da salvação. Observe Hebreus 9:11. 3° O verso 14 revela o cancelamento de certas ordenanças. Mas só é possível identificá-las nos versos 16 e 17. Estes últimos versos é uma conclusão do assunto iniciado no verso 14. Portando não se pode ler ou entender estes versos separadamente. A Igreja não deveria ser julgada só pela razão apresentada no verso 17, mas pela razão primeiramente exposta no verso 14.

Uma Ilustração: As leis de sacrifícios cessaram, mas o cordeiro que é o objeto da sombra ou figura da realidade ainda aparece. Veja João 1:29 e Apocalipse 5:6. Mesmo que o símbolo apareça não significa que a lei de sacrifícios deva vigorar. Assim se dá com a lei em questão. As ordenanças com seus sábados anuais, luas novas, comidas e bebidas cessaram. Oséias 2:11, mas se elas ainda aparecem como sombra é apenas para mostrar a realidade, e não como regra normativa para a igreja.

De acordo com Atos15: 28-29: 16:31, todas as leis foram suspensas por um grande período?
Resposta: A lei de Deus nunca foi suspensa. Os princípios morais sempre vigoraram.

1. Foi pregado na Igreja Cristã. (ver identificando a lei moral na pág. 1)
2. Na idade medieval e média foram pregadas. O Grande Conflito pág. 40 (Edição Condensada)
3. Hoje é pregado mundialmente a da Lei de Deus.
4. Não existem leis suspensas por um período. Ou elas cessam inteiramente Col. 2:14, ou elas ficam para sempre. Salmo 119:144.

Paulo guardou a lei cerimonial após a cruz conforme Atos 16: 21:24-26; 24:14;27:9?
Resposta: O Apóstolo observou em algum momento certos ritos para acalmar preconceitos. Já em outras circunstâncias, ele se conformava aos costumes daqueles que pretendia salvar. 1º Coríntios 9:19-23

Paulo vacilou, equivocou-se ou escreveu opinião pessoal sobre a lei. Principalmente em Gálatas 4:8-11. Quando diz que a lei de Deus são rudimentos fracos e pobres.
Resposta: Há um grande perigo nesse raciocínio, pois coloca em dúvida qualquer parte das Escrituras que não estiverem de acordo com o nosso pensamento. 1° Paulo ao classificar a lei de rudimentos fracos e pobres certamente está se referindo a lei cerimonial. 2° Não existe nenhuma parte da Bíblia de particular interpretação. 2° Pedro 1:20-21. 3° Paulo possuía a verdade de Cristo. 2° Coríntios 11:10. O que escreveu eram mandamentos do Senhor. 1° Coríntios 14:37.

Os dias, meses, tempos e anos que os Gálatas estavam voltando a guardar eram as festividades pagãs e não as que pertenciam a lei.
Resposta: Esta afirmação não tem apoio da Bíblia. Vejamos porquê:

1. Em Atos 15:5, fala de fariseus que se insurge entre os cristãos, persuadindo-os a guardarem a circuncisão e a lei de Moisés. Ver também 2° Coríntios 11:20,21.
2. Grande parte da exposição de Paulo no livro de Gálatas fala sobre a lei e não sobre costumes pagãos. Ver os capítulos 2:21,3:5,11,24
3. Quando Paulo diz: “Estais voltando outra vez”, era porque os Gálatas uma vez libertos da escravidão dos ritos pagãos, agora estavam adotando os do judaísmo. Cada um desses sistemas era uma tentativa de salvação pelas obras. Romanos 3:24,28.
4. O fascínio dos Gálatas era com o sistema cerimonial. Capitulo 3:1-2.

O que são rudimentos visto em Gálatas 4:3, 9.
Resposta: Aqui significa começo. (Comentário sobre Gálatas pág. 78). Para um povo rude que acabara de sair da escravidão, estas festividades eram o começo do conhecimento. O ABC da verdade simplificada e falada na linguagem das crianças espirituais. Cap. 4:1-3. Logo que veio a plenitude dos tempos v.4, Deus não quería que ficássemos sujeitos aos rudimentos elementares. Como adultos espirituais deveriam avançar para um alimento mais sólido. Hebreus 5:13-14. Um conhecimento mais avançado dos quais estas ordenanças era apenas o começo.

PALAVRAS DE ENCERAMENTO:
Faz parte da natureza humana buscar a salvação pelos seus próprios esforços. Os povos pagãos introduziam isto em seu conceito sobre Deus. Os Judeus também assimilaram este conceito. Além da lei eles acrescentavam a economia judaica um conjunto de regras. Na era escura, quando o romanismo dominou o mundo, via-se pessoas zelosamente praticando várias obras para alcançar o favor de Deus. Em nosso tempo não está sendo diferente. A salvação pintada por alguns parece mais um conjunto de normas do que uma pessoa (Jesus). É mais um pacote de regras do que um Dom inefável. Há quem diga que 99% das pregações desses, é só sobre leis, preceitos, estatutos e juízos. Cristo fica nos míseros 1%. O resultado de tanto zelo logo se vê. Orgulho, pretensão, aparência, espírito de julgamento. 2° Coríntios 11:20 e Colossenses 2:23.
Minha oração é que estas pessoas enxerguem o quanto antes que não se pode comprar a salvação pelas obras. Mesmo que seja através das obras da Lei Moral. Jesus ensinou outro conceito de Salvação e Obediência, pois ela deve ser fruto do amor e comunhão João 14:15; 15:5. E mesmo a lei moral escrita no coração, é a obra de conversão feita unicamente pelo Espírito Santo. Hebreus 10:16-17. Deus nos abençoe

 

Autor: Gerson de Menezes Silva
Gerson de Menezes Silva, é neto de Jose Gomes de Menezes fundador da ‘Igreja Adventista da Completa Reforma’ e Ex-Pastor da referida igreja.
Hoje ele é membro da Igreja Adventista do Sétimo Dia








Postagens de Destaque