segunda-feira, 6 de abril de 2015

Glória Pires não deixa filho caçula ver novela

Eu já postei aqui antes, uma frase bastante antipática. Eu disse que "quem se diz cristão, e perde tempo vendo novelas, não é cristão, apenas finge que é, na verdade, é um hipócrita." Volto afirmar o que eu disse, pois novelas não tem nada a oferecer de bom a ninguém, é sempre um mau exemplo para a família. Essa tal de Babilônia, extrapolou todos os limites do bom senso, é uma afronta a todas as famílias. Serei mais radical, em relação a esta novela: "O pai de família que tem vergonha na cara, não deixa seus filhos ver a imoralidade que essa novela apresenta. A prova é que Gloria Pires, uma das artistas mais consagradas da globo, não deixa o próprio filho, vê-la. 

E você que se diz cristão, vai continuar vendo e deixando seus filhos ver esse lixo?

Veja a matéria abaixo,


Glória Pires não deixa filho caçula ver novela

Ela sabe que faz mal
Glória Pires, 51, é mãezona de quatro filhos: Cleo, 32, Antonia, 22, Ana, 15 e Bento, 10. Em entrevista à revista do jornal O Globo, a atriz contou que não permite que seu filho caçula assista à novela “Babilônia”. “Não dou força para ele ver novela. Ele assistiu contra a minha vontade, junto com as irmãs que estavam loucas para ver e ficou chocado, foi horrível. Por mais que eu explicasse em detalhes que aquilo era sangue cenográfico que ficava numa bolsinha embaixo do figurino não adiantou. Era a mãe dele levando um tiro”, contou ela, se referindo ao penúltimo capítulo da novela “Insensato Coração” (2011). Glória Pires também revelou que os filhos já conhecem sua rotina de trabalho e estão acostumados a ela. “Minha vida sempre foi assim. Sou presente e muito coruja. Mas não tenho como me dedicar 100% a eles. Eles sabem disso e está tudo certo. Sinto necessidade de estar com a minha família. É uma espécie de alimento indispensável para que eu fique bem”, disse ela.


Nota: Mas os filhos dos outros que se lixem, né? Seria bom que as famílias do Brasil seguissem o exemplo dela e proibissem seus filhos de ver novelas. Melhor ainda: dessem exemplo não vendo também. E, em lugar de perder minutos preciosos de uma vida que passa rápido, realizassem alguma atividade em família – dedicassem tempo para o diálogo, a leitura e o culto familiar. [MB]

do site Criacionismo

Postagens de Destaque