quarta-feira, 8 de abril de 2015

Fé e vista


Resultado de imagem para imagens de fé

Fé e vista, 8 de Abril

Porque, em esperança, somos salvos. Ora, a esperança que se vê não é esperança; porque o que alguém vê, como o esperará? Romanos 8:24. 

Nosso Salvador formula a pergunta: “Quando, porém, vier o Filho do homem, porventura, achará fé na Terra?” (Lucas 18:8), dando a entender que a fé verdadeira estaria quase extinta. É muito verdade que o espírito de dúvida, crítica e censura está destruindo a confiança na Palavra de Deus e em Sua obra. É impossível, para a mente carnal, compreender ou apreciar a obra de Deus. Todos os que desejam duvidar ou escarnecer encontrarão ocasião para isso. ... Os que, com humildade de coração, seguirem a luz que incide sobre eles, receberão luz mais clara, ao passo que os que recusam obedecer até que vejam removidas todas as ocasiões de dúvida, serão deixados em trevas. — Manuscrito 10, 1883. 
Deus nos dá provas suficientes para nos habilitar a aceitar inteligentemente a verdade; Ele não Se propõe a remover todas as ocasiões de dúvida e descrença. Se isso fizesse, não haveria mais necessidade da prática da fé, pois andaríamos por vista. Todos os que, com espírito dócil, estudam a Palavra de Deus, podem dela aprender o caminho da salvação; entretanto, podem não ser capazes de compreender todas as partes do Registro Sagrado. ... Tudo o que é claramente estabelecido pela Palavra de Deus, devemos aceitar, sem tentar satisfazer a toda dúvida que Satanás possa sugerir, ou com o nosso finito entendimento devassar os conselhos dAquele que é infinito, ou criticar as manifestações de Sua graça ou poder. ... Se humildemente procurarmos aprender a vontade de Deus, tal como é revelada em Sua Palavra, e então obedecermos a essa vontade, como nos é esclarecida ao entendimento, tornar-nos-emos arraigados e firmados na verdade. Disse Cristo: “Se alguém quiser fazer a vontade dEle, pela mesma doutrina, conhecerá se ela é de Deus.” João 7:17. Os pecados vários que prevalecem nesta época degenerada embotam os sentidos, de modo que a verdade de Deus não é discernida. Mas se... há sinceridade de propósito, e o desejo de fazer a vontade de Deus, a verdade será aceita quando se tornar clara ao entendimento. 
Acheguemo-nos mais e mais à pura luz do Céu, lembrados de que a iluminação divina aumentará de acordo com nossa marcha para a frente, habilitando-nos a desempenhar novas responsabilidades e emergências. O caminho do justo é progressivo de força em força, de graça em graça, e de glória em glória. — The Signs of the Times, 23 de Junho de 1887.

Ellen White
Nos Lugares celestiais Pag. 

Postagens de Destaque