segunda-feira, 1 de junho de 2015

Cerimonias da Igreja - O batismo nas águas - Parte 1

Série: O batismo nas águas - Parte 1

Série: O batismo nas águas - Parte 1

Sobre esta série:

Esta série de lições é para pessoas que querem saber mais sobre o Batismo e estar preparadas para este passo na sua caminhada cristã.
No final da série de estudo, o aluno e o professor vai decidir se o aluno está pronto para ser batizado.

1. Tipos de batismos mencionados na escrituras

Os seguintes tipos de batismo são mencionados nas escrituras. 

A. O batismo de arrependimento / Batismo de João
Historicamente prosélitos (convertidos de outras religiões para o Judaísmo) eram batizados. João Batista praticava o batismo de arrependimento na época de Jesus.
Marcos 1:4 "Apareceu João batizando no deserto, e pregando o batismo de arrependimento para a remissão dos pecados”. 

B. Batismo nas Águas 
Atos 19:4 "Mas Paulo respondeu: João administrou o batismo do arrependimento, dizendo ao povo que cresse naquele que após ele havia de vir, isto é, em Jesus” 
Mateus 28:18-19 "E, aproximando-se Jesus, falou-lhes, dizendo: Foi-me dada toda a autoridade no céu e na terra. Portanto ide, fazei discípulos de todas as nações, batizando-os em nome do Pai, e do Filho, e do Espírito Santo" 
A comissão é dada em função da autoridade que é dada a Jesus, que é um comando autoritário, não uma sugestão. 

C. Batismo com o Espírito Santo 
Atos 1:5 "Pois João batizou com água, mas em poucos dias vocês serão batizados com o Espírito Santo". 
Atos 2:4 "Todos ficaram cheios do Espírito Santo e começaram a falar noutras línguas, conforme o Espírito lhes concedia que falassem".

2. O que é o Batismo nas Águas?

No batismo em água o candidato é imerso em água como um sinal de que ele é agora um crente em Jesus como seu Senhor e salvador, e está a tentar viver uma vida agradável ao seu Mestre. 
A. Jesus foi batizado por João Batista, (Mateus 3:13-17) 
B. Jesus e seus discípulos batizavam os convertidos, (João 4:1-2) 
C. A igreja primitiva batizava os novos crentes, (Atos 2:38-41) 
D. Assim também nós batizamos seguindo o exemplo de nosso Senhor e os discípulos. 
1. Simbolicamente - É um sinal externo de uma mudança interior. Sendo enterrado na água simboliza a sua morte para o pecado e sua velha vida, e a vinda para fora da água simboliza a vida nova em Cristo Jesus, (Romanos 6:4). 
2. Fisicamente 
a. É que o identifica como um seguidor de Jesus Cristo. 
b. Identifica-o como parte integrante da família de Deus, o corpo universal de Cristo. 
c. É uma declaração pública de sua fé que você está agora comprometido com Cristo, a obedecê-Lo, e viver em comunhão com sua família. 
Espiritualmente - sela o pacto feito com o Senhor na Salvação, e na frente de testemunhas comunica que você quebrou quaisquer acordos ou convênios feitos com quaisquer outros poderes ou principados feito consciente ou inconscientemente.

3. O que o batismo nas águas não é?

A. Não é salvação 
Ser batizado nas águas não pode salvá-lo. A salvação vem por; 
1. Reconhecer que somos pecadores, (1 João 1:9) 
2. Arrependimento para com Deus, (Lucas 24:27) 
3. Aceitação de Cristo como salvador pessoal, (João 1:12) 
4. Colocar nossa fé no Senhor Jesus Cristo, (Efésios 2:8) 
5. Confissão que Jesus é Senhor (Romanos 10:9-10). 
Nota: Todos os estudantes são incentivados a compartilhar suas experiências de salvação no Senhor Jesus. 

B. Não é Batismo com Espírito Santo 
O batismo na água não significa que você recebeu o batismo do Espírito Santo. Batismo do Espírito Santo é diferente de batismo em água e pode ser recebido a qualquer momento. 

C. Não é filiação a Igreja O batismo na água não faz de você um membro da nossa Igreja. Para se tornar um membro de uma igreja local é melhor entender as doutrinas, a visão e as atividades da igreja local e fazer o compromisso com a visão e trabalho da igreja.

Obs. Não perca as próximas lições.

Postagens de Destaque