terça-feira, 23 de fevereiro de 2016

Serviço Cristão -- Capítulo 24 — Requisitos para o serviço cristão eficiente -- Parte 4

Resultado de imagem para Imagens de serviço cristão voluntário

De todo o coração
O povo de Deus deve distinguir-se como um povo que se dedica inteiramente, de todo o coração, ao Seu serviço, não buscando honra para si mesmo, e lembrando-se de que por um concerto soleníssimo, se comprometeram a servir ao Senhor, e a Ele somente. — Testemunhos Seletos 3:286. 
Homens e mulheres decididos, que se entregam de todo o coração, são os que hão de subsistir neste tempo. Cristo joeirou Seus seguidores repetidas vezes, até que afinal só ficaram onze, e algumas mulheres fiéis, para assentar as bases da igreja cristã. Existem alguns que se deixam ficar para trás quando há responsabilidades a assumir, mas quando a igreja está toda possuída de zelo, entusiasmam-se, cantam e bradam, e ficam enlevados; vigiai-os, porém. Passado o entusiasmo, apenas alguns fiéis Calebes tomarão a frente e manifestarão princípios inabaláveis. São estes o sal que conserva seu sabor. É quando a obra vai com dificuldade que as igrejas desenvolvem seus verdadeiros ajudadores. — Testimonies for the Church 5:130. Homem algum pode ser bem-sucedido no serviço de Deus, a menos que nEle ponha inteiro o coração, e repute todas as coisas por perda pela excelência do conhecimento de Cristo. Ninguém que faça qualquer reserva pode ser discípulo de Cristo, e muito menos Seu colaborador. — O Desejado de Todas as Nações, 273. 
Não se devem eles empenhar em especulações, nem entrar em empreendimentos comerciais com incrédulos; pois isso os estorvará de fazer a obra que Deus lhes confiou. — Testemunhos Seletos 3:288. 
O Redentor não aceitará um serviço dividido. O obreiro de Deus precisa aprender diariamente o que significa a entrega de si mesmo. — Obreiros Evangélicos, 113. 

Resultado de imagem para Imagens de serviço cristão voluntário

Lealdade 
O Senhor aborrece a indiferença e deslealdade em tempo de crise em Sua obra. Todo o Universo está observando com inexprimível interesse as cenas finais da grande controvérsia entre o bem e o mal. O povo de Deus está-se aproximando do limiar do mundo eterno; que pode haver de mais importante para eles do que ser leais ao Deus do Céu? Em todos os séculos Deus tem tido heróis morais; e tem-nos agora — os que como José, Elias e Daniel, não se envergonham de se reconhecerem como Seu povo peculiar. Suas bênçãos especiais acompanham os labores de homens de ação; homens que não se desviarão da linha reta do dever, mas que perguntarão com divina energia: “Quem é do Senhor”? (Êxodo 32:26), homens que não se deterão apenas no perguntar, mas exigirão que os que escolherem identificar-se com o povo de Deus prossigam e demonstrem sem sombra de dúvida sua obediência ao Rei dos reis e Senhor dos senhores. Tais homens subordinam sua vontade e planos à lei de Deus. Por amor a Ele, não têm a sua vida por preciosa. Seu trabalho é captar a luz da Palavra e deixá-la brilhar para o mundo em raios claros e firmes. Fidelidade a Deus é sua divisa. — Profetas e Reis, 148. 

Destreza
É o dever de todo cristão adotar hábitos de ordem, perfeição e presteza. Não há desculpa para a morosidade e imperfei- ção em trabalho de qualquer natureza. Quando alguém está sempre trabalhando, e a tarefa nunca está concluída, é porque a mente e o coração não estão na obra. Os vagarosos, e que trabalham sem o competente preparo, deveriam reconhecer que essas são faltas para serem corrigidas. Precisam exercitar a mente em planejar como utilizar o tempo para alcançar os melhores resultados. Com tino e método, alguns conseguirão em cinco horas o mesmo trabalho que outros em dez. Muitos que são encarregados de tarefas domésticas estão sempre labutando, não porque tenham tanto para fazer, mas por não planejarem como poupar tempo. Por causa de suas maneiras morosas e lerdas fazem do pouco trabalho muito. Mas todos quantos quiserem podem vencer estes hábitos falhos e lentos. Devem ter um alvo definido em sua ocupação. Decidam quanto tempo requer certo trabalho, e então se esforcem para executá-lo no dado tempo. O exercício da força de vontade tornará as mãos mais ágeis. — Parábolas de Jesus, 344. 
O serviço de Cristo exige pronta obediência. — The Southern Work, 9 de Agosto de 1904. 
O Senhor requer de Seus servos um espírito pronto a sentir o valor das almas, pronto a discernir os deveres a cumprir, pronto a atender às obrigações que o Senhor lhes confie. — Testimonies for the Church 9:123. 
Diligência numa atividade apontada por Deus é uma importante parte da verdadeira religião. Os homens deviam apoderar-se das circunstâncias como sendo instrumentos de Deus com que executar a Sua vontade. Ação pronta e decisiva no tempo certo alcançará gloriosos triunfos, ao passo que demora e negligência resultam em fracasso e desonra para Deus. — Profetas e Reis, 676. 
Manter normas elevadas — Muitos dos que são classificados para fazer um trabalho excelente obtêm pouco porque pouco empreendem. Muitos atravessam a vida como se não tivessem nenhum grande objetivo, nenhum ideal a atingir. Uma das razões por que tal sucede é avaliarem-se abaixo de seu valor real. Cristo pagou um infinito preço por nós, e deseja que nos mantenhamos à altura do preço que Lhe custamos. — Obreiros Evangélicos, 291. Através de Sua existência terrestre, Jesus foi um ativo e constante trabalhador. Esperava muito resultado e, portanto, muito empreendia. — O Desejado de Todas as Nações, 73
Os que se acham ocupados no serviço do Mestre, necessitam de uma experiência muito mais elevada, profunda e vasta do que muitos já pensaram em obter. Muitos dos que já são membros da grande família de Deus, pouco sabem do que significa contemplar Sua glória, e ser transformados de glória em glória. Muitos possuem uma vaga percepção da excelência de Cristo, e o coração vibra de alegria. Anseiam por uma compreensão mais plena e profunda do amor do Salvador. Nutram eles todo desejo da alma em busca de Deus. — Obreiros Evangélicos, 274. 
Tenho uma mensagem para nossos pastores, médicos, professores e todos os demais que se acham empenhados nos vários ramos do serviço do Mestre. O Senhor vos ordena que vos eleveis, que chegueis a uma norma mais santa. Necessitais de uma experiência muito mais profunda do que tendes sequer pensado em obter. Muitos dos que já fazem parte da grande família de Deus mal sabem o que significa contemplar Sua glória, e ser transformado de glória em glória. Muitos de vós tendes uma vaga percepção da excelência de Cristo, e vossa alma vibra de emoção. Anelais possuir um conhecimento mais pleno e profundo do amor do Salvador. Não vos sentis satisfeitos. Mas não desespereis. Dai a Jesus as melhores e mais santas afeições do coração. Entesourai cada raio de luz. Animai cada anseio da alma em busca de Deus. Cultivai os pensamentos espirituais e a santa comunhão. Não tendes visto senão os primeiros raios do alvorecer de Sua glória. À medida que prosseguirdes no conhecimento do Senhor, haveis de ver que Sua saída é como a alva.  “A vereda dos justos é como a luz da aurora que vai brilhando mais e mais até ser dia perfeito”. Provérbios 4:18. Havendo-nos arrependido de nossos pecados, confessado os mesmos e obtido perdão, devemos prosseguir em aprender de Cristo, até que cheguemos ao auge de uma fé evangélica perfeita. — Testimonies for the Church 8:318.

Resultado de imagem para Imagens de serviço cristão voluntário

Prudência e previsão
Enquanto Neemias implorava o auxílio de Deus, não cruzava os braços, julgando que não tinha mais nenhum cuidado ou responsabilidade quanto a seu desígnio de restaurar Jerusalém. Com admirável prudência e previsão, providenciou todos os arranjos necessários para garantir o êxito do empreendimento. Cada um de seus passos se caracterizava por grande cautela. [...] O exemplo desse santo homem [Neemias], deve servir de lição a todo o povo de Deus, mostrando que não devem apenas orar com fé, mas trabalhar com diligência e fidelidade. Quantas dificuldades encontramos, quantas vezes dificultamos a operação da Providência em nosso favor, por julgarmos que a prudência, a previsão e o esforço têm pouco que ver com a religião! Isto é um erro grave. É nosso dever cultivar e exercitar toda a faculdade que nos torne obreiros mais eficientes para Deus. A consideração cuidadosa, bem como os planos bem amadurecidos, são tão essenciais ao êxito dos empreendimentos sagrados hoje, como no tempo de Neemias. — The Southern Work, 15 de Março de 1904.

Postagens de Destaque