quinta-feira, 26 de dezembro de 2013

O Universo: Nosso Campo de Estudo

Ellen White

Que variedade, Senhor, nas Tuas obras! Todas com sabedoria as fizeste; cheia está a Terra das Tuas riquezas.  Sal. 104:24.

O conhecimento das obras e dos caminhos de Deus, apenas podemos começar a obter neste mundo; o estudo prosseguirá por toda a eternidade. Deus proveu para o homem assuntos de meditação que porão em atividade toda faculdade mental. Podemos ler o caráter do Criador nos céus, em cima, e na Terra, embaixo, enchendo o coração de gratidão e ações de graça. Todo nervo e sentido serão influenciados pelas expressões do amor de Deus em Suas obras maravilhosas. Testimonies, vol. 4, pág. 381.
Ali, quando for removido o véu que obscurece a nossa visão, e nossos olhos contemplarem aquele mundo de beleza de que ora apanhamos lampejos pelo microscópio; quando olharmos às glórias dos céus hoje esquadrinhadas de longe pelo telescópio; quando, removida a mácula do pecado, a Terra toda aparecer "na beleza do Senhor nosso Deus" - que campo se abrirá ao nosso estudo! Ali o estudante da ciência poderá ler os relatórios da criação, sem divisar coisa alguma que recorde a lei do mal. Poderá escutar a melodia das vozes da natureza, e não perceberá nenhuma nota de lamento ou tristezas. Poderá enxergar em todas as coisas criadas uma escrita; contemplará no vasto Universo, escrito em grandes letras, o nome de Deus; e nem na Terra, nem no mar ou no céu permanecerá um indício que seja do mal. Educação, pág. 303.
A multidão de remidos percorrerá um mundo após o outro, e grande parte de seu tempo será empregada em perscrutar os mistérios da redenção. E por toda a extensão da eternidade, este assunto estará constantemente se desdobrando ao seu espírito. Os privilégios dos que venceram pelo sangue do Cordeiro e pela palavra do seu testemunho acham-se fora do alcance da compreensão. SDA Bible Commentary, vol. 7, pág. 990.
Todos os tesouros do Universo estarão abertos ao estudo dos filhos de Deus. Com indizível deleite unir-nos-emos na alegria e sabedoria dos seres não caídos. Participaremos dos tesouros adquiridos através dos séculos empregados na contemplação da obra de Deus. E enquanto os anos da eternidade se escoam, continuarão a trazer-nos mais gloriosas revelações. "Muito mais abundantemente além daquilo que pedimos ou pensamos" (Efés. 3:20) será, para todo o sempre, a concessão dos dons de Deus. Educação, pág. 307.

Postagens de Destaque