terça-feira, 14 de janeiro de 2014

Mataram o rapaz, que matou os pais e os avós em 2012 em Araguatins

ARAGUATINS: IML aponta homicídio e não suicídio de jovem que matou família em 2012

O Instituto Médico Legal (IML), de Augustinópolis, informou à Polícia Civil que o preso, Gilmar Pereira dos Reis, 21 anos, não se suicidou, mas foi assassinado. O IML emitiu laudo declarando que as lesões encontradas no corpo de Gilmar apontam para a suspeita. “Foi um homicídio e não suicídio. Mataram e depois simularam que ele tinha se enforcado. O legista constatou que a causa da morte foi mecânica, encontrou lesão”, afirmou o delegado, Eduardo Artiaga, nesta terça-feira, 14.
Ainda segundo o delegado Artiaga, Gilmar Pereira foi encontrado como se tivesse sido enforcado. As características do crime levam a crer que mais de uma pessoa participou do delito e que o corpo de Gilmar foi pendurado na corda, depois que o jovem já estava morto. Artiaga acredita que alguma discórdia tenha provocado o crime e que agora a polícia vai trabalhar para indiciar os autores.
Crime
Em 23 de março de 2012, Gilmar assassinou durante a madrugada seus avós e pais, motivado pelo não contentamento de ser enviado para um tratamento psiquiátrico em Araguaína. O jovem ainda deixou uma tia ferida.

Entenda o caso neste link abaixo

TRAGÉDIA EM ARAGUATINS: FILHO MATA OS PAIS E OS AVÓS

Postagens de Destaque