quinta-feira, 22 de maio de 2014

Regularidade no Comer

Seja a vossa moderação conhecida de todos os homens. Perto está o Senhor. Filip. 4:5.

A regularidade no comer é muito importante para a saúde do corpo e a tranqüilidade do espírito. Conselhos Sobre Saúde, pág. 118.
As crianças ficam em geral sem serem ensinadas no tocante à importância de quando, como e que devem comer. É-lhes permitido satisfazerem livremente o seu gosto, comerem em qualquer hora, servirem-se de frutas quando bem lhes pareça, e isso, com os pastéis, bolachas, pão e manteiga, e comestíveis açucarados, comidos quase constantemente, torna-os glutões e dispéptico. Os órgãos digestivos, como um moinho mantido em funcionamento contínuo, fica enfraquecido, as forças vitais são retiradas do cérebro para ajudarem o estômago em seu excesso de trabalho, e assim são enfraquecidas as faculdades mentais. O estímulo anormal e o uso das forças vitais fá-los nervosos, impacientes, caprichosos e irritáveis. ... É difícil despertá-los para o reconhecimento da natureza vergonhosa e grave do pecado. The Health Reformer, maio de 1877.
Coisa alguma se deve comer entre elas [as refeições], nada de doces, nozes, frutas, ou qualquer espécie de comida. A irregularidade na alimentação arruína a saúde dos órgãos digestivos, com detrimento da saúde em geral, e da alegria. A Ciência do Bom Viver, pág. 384.
Outro hábito prejudicial é o de tomar alimento exatamente antes de dormir. ... O sono é mais vezes perturbado por sonhos desagradáveis, e pela manhã a pessoa acorda sem se haver descansado, e com pouco apetite para a refeição matinal. Quando nos deitamos para repousar, o estômago já devia ter concluído a sua obra, a fim de, como os demais órgãos do corpo, fruir repouso. A Ciência do Bom Viver, págs. 303 e 304.
Toda restrição divina é para a saúde e felicidade eterna do homem. Signs of the Times, 11 de fevereiro de 1875.
Quando eles [o povo de Deus] vencem toda condescendência prejudicial à saúde, terão percepção mais nítida do que constitui a verdadeira santidade. Modificação extraordinária será vista em sua experiência religiosa. Review and Herald, 27 de maio de 1902.
Ellen White
Minha Consagração Hoje - MM 1989 Pag. 146

Postagens de Destaque