quarta-feira, 6 de agosto de 2014

O Mundo em Rebelião

Ellen White 
Mensagens Escolhidas Vol. 3 

O Mundo em Rebelião

A Traição e Crucifixão de Cristo Encenadas de Novo
As cenas da traição, rejeição e crucifixão de Cristo têm sido encenadas novamente, e tornarão a sê-lo em imensa escala. Pessoas imbuir-se-ão dos atributos de Satanás. Os artifícios do arqui-inimigo de Deus e do homem terão grande poder. Os que dedicaram suas afeições a qualquer dirigente, menos a Cristo, encontrar-se-ão, de corpo, alma e espírito, sob o domínio de uma paixão tão fascinante que sob o seu poder almas deixarão de ouvir a verdade para crer numa mentira. Eles são seduzidos e enlaçados, e exclamam por todas as suas ações: "Solta-nos a Barrabás, mas crucifica a Cristo!" ...
Nas igrejas que se afastaram da verdade e da justiça está sendo revelado o que será e fará a natureza humana quando o amor de Deus não é um princípio permanente na alma. Não precisamos surpreender-nos com coisa alguma que ocorra agora. Não precisamos maravilhar-nos de nenhuma manifestação de horror. Os que espezinham a lei de Deus com pés profanos têm o mesmo espírito dos homens que insultaram e traíram a Jesus. Sem qualquer remorso, eles farão as obras de seu pai, o diabo. ...
Os que escolhem a Satanás como seu líder revelarão o espírito do senhor que escolheram, o qual causou a queda de nossos primeiros pais. Rejeitando o divino Filho de Deus, a personificação do único Deus verdadeiro, que possuía bondade, misericórdia e infatigável amor e cujo coração sempre se comovia com a aflição humana, e aceitando um assassino em Seu lugar, o povo mostrou o que a natureza humana pode fazer e fará quando o repressivo Espírito de Deus é removido, e os homens se encontram sob o comando do grande apóstata. Na mesma proporção em que é recusada e rejeitada a luz, haverá equívocos e desentendimentos. Os que rejeitam a Cristo e escolhem a Barrabás trabalharão sob um pernicioso engano. Deturpações e falsos testemunhos se desenvolverão sob a rebelião aberta. ...


Unidos em Desesperado Companheirismo
Cristo mostra que sem o poder controlador do Espírito de Deus a humanidade é um terrível poder para o mal. Descrença, ódio à repreensão suscitarão influências satânicas. Principados e potestades, os dominadores deste mundo tenebroso e as forças espirituais do mal, nas regiões celestes, se unirão em desesperado companheirismo. Eles se coligarão contra Deus na pessoa de Seus santos. Por meio de deturpações e falsidades, desmoralizarão tanto a homens como mulheres que, segundo todos os indícios, crêem na verdade. Não faltarão falsas testemunhas nessa terrível obra. ...
Depois de falar do fim do mundo, Jesus retorna a Jerusalém, a cidade que então estava sentada em orgulho e arrogância, dizendo: "Estou sentada como rainha. ... Pranto, nunca hei de ver!" Apoc. 18:7. Quando Seu olhar profético paira sobre Jerusalém, Ele vê que assim como foi entregue à destruição, o mundo será entregue a sua condenação. As cenas que ocorreram na destruição de Jerusalém repetir-se-ão no grande e terrível dia do Senhor, mas de maneira mais pavorosa. ...
Quando os homens abandonarem toda restrição e invalidarem a lei de Deus, estabelecendo sua própria lei pervertida, e procurarem forçar as consciências dos que honram a Deus e guardam os Seus mandamentos, para que calquem aos pés a lei, verificarão que a ternura da qual eles zombaram estará esgotada. ...


Calamidades Futuras
Um mundo é representado na destruição de Jerusalém, e a advertência que então foi feita por Cristo ecoou através dos séculos até o nosso tempo: "Haverá sinais no Sol, na Lua e nas estrelas; sobre a Terra, angústia entre as nações em perplexidade por causa do bramido do mar e das ondas." Luc. 21:25. 

Sim, eles passarão os seus limites, e haverá destruição em sua esteira. Afundarão os navios que navegam em suas extensas águas, e, com o peso de sua carga viva, lançar-se-ão na eternidade, sem ter tempo para arrepender-se.
Haverá calamidade na terra e no mar, "homens que desmaiarão de terror e pela expectativa das coisas que sobrevirão ao mundo; pois os poderes dos céus serão abalados. Então se verá o Filho do homem vindo numa nuvem, com poder e grande glória". Luc. 21:26 e 27. Exatamente do mesmo modo que ascendeu ao Céu, Ele virá a segunda vez ao nosso mundo. "Ora, ao começarem estas coisas a suceder, exultai e erguei as vossas cabeças; porque a vossa redenção se aproxima." Luc. 21:28. Manuscrito 40, 1897.

Postagens de Destaque