quarta-feira, 1 de outubro de 2014

SERMÃO EVANGELÍSTICO - ORIENTAÇÕES IMPORTANTES PARA O EVANGELÍSTA

 

Fonte - http://cirilogoncalves.blogspot.com.br/2014/10

 

SERMÃO EVANGELÍSTICO - ORIENTAÇÕES IMPORTANTES PARA O EVANGELÍSTA

ORIENTAÇÕES IMPORTANTES PARA O EVANGELISTA PREPARAR SUAS MENSAGENS EVANGELÍSTICAS

Disse Martinho Lutero a Felipe Melanchthon: “Pregue de tal forma que se as pessoas não odiarem seus pecados, odiarão a você”. Isso não quer dizer que devemos tornar ofensivo nosso estilo, mas devemos proclamar ousadamente as consequências eternas e as exigências imediatas do evangelho.
  • Pressuposições da Pregação Evangelística.
  1. Falamos de modo que as pessoas respondam.
  2. Devemos indicar uma resposta específica.
  3. Necessitamos dos seguintes pontos para sermos realmente eficazes:
  1. Fervor genuíno.
  2. Orar pela operação do Espírito Santo.
  1.  Princípios Gerais da Pregação Evangelística.
  1. O Sermão evangelístico deve ser bíblico.
  2. O Sermão evangelístico precisa ser positivo.
  3. O Sermão evangelístico precisa ser claro.
  4. O Sermão evangelístico precisa ser relativamente curto.
  5. O Sermão evangelístico precisa transmitir urgência.
  1. Resumo dos Princípios para a Pregação Evangelística.
  1. O Evangelista precisa ser bíblico.
  2. O Evangelista precisa ser simples.
  3. O Evangelista precisa certificar que os seguintes pontos estão bem arranjados:
  1. A obra de Cristo
  2. A necessidade do homem.
  3. A resposta pessoal requerida
  1. O Evangelista precisa ser fervoroso.
  1. Pontos Distintivos da Pregação Evangelística.
  1. Tenha abordagens diferentes para informados e desinformados.
  1. Desafie o desinformado mediante verdades bíblicas visando a persuasão.
  2. Desafie o informado com discordâncias pessoais, “não temas salvíficos”.
  1. Estruture a mensagem para chegar a uma resposta específica.
  1. Indique na mensagem, precisamente, que compromisso ou ação você vai requerer na conclusão do sermão e o que isso acarreta para os ouvintes. Surpreender ou manipular as pessoas é, inerentemente, antiético e antibíblico. Diga exatamente que oração será feita, e, explique com clareza o significa assinar o cartão de compromisso. O porquê está levantando a mão direita ou esquerda, porque estão vindo a frente, etc.
  2. Torne claros os deveres do verdadeiro arrependimento
  3. Não exija que as pessoas respondam de forma que vá além do seu nível de maturidade espiritual ou compreensão bíblica, mas ofereça-lhes algum meio concreto de expressarem um compromisso.

Adaptado de Bryan Chapell

Por Cirilo Gonçalves

Evangelista da IASD – AP, SP.

TWITTER: @prcirilo

INSTAGRAM: @cirilogoncalves

Postagens de Destaque