terça-feira, 5 de agosto de 2014

Cientistas trabalham para evitar o fim do mundo

domingo, 22 de septiembre de 2013 |

Renomados cientistas estão estudando os perigos que poderiam destruir a terra e seus habitantes, desta maneira buscam encontrar soluções para evitar cada um dos possíveis casos


 


A associação chamada Centro Cambridge dedicada ao estudo "estudo do risco existencial" formados pelo astrofísico Stephen Hawking, o astrónomo Martin Rees, o filósofo Huw Price e outros cientistas brilhantes, falam com naturalidade de virus letias ou de uma bomba global, inclusive asteroides que se partem e até ataques cibernéticos generalizados ou  uma guerra termonuclear
estes cenários foram antecipados por Jesus Cristo, Conforme registra o evangelho de Mateus capítulo 24, e em grande parte do último livro da Bíblia, o apocalipse
"Vivemos em um mundo cada vez mais interconectado, cada vez mais tecnológico e mais e mais dependente da internet", diz Lord Rees, ex-presidente da Real Sociedade e um dos promotores da iniciativa. "Para nós os ocidentais podem parecer mais seguros do que tem sido no passado, mas é mais vulnerável do que parece.  Os líderes políticos se tem centrado no problemas a curto prazo, mas é necessário que alguém alerte a opinião pública internacional que os perigos são mais reais e por qual meios poderiam ser controlados. O fim d mundo ão é um roteiro para cinema, adverte o astrônomo Rees
Segundo este grupo de cientistas,  uma das possíveis causas, poderia ser o descontrole da inteligência artificial, uma tecnologia tão sofisticada que se controlada, poderia tomar o controle do mundo e logo, inclusive, exterminar a vida humana. Sim,  nos sabemos, é o roteiro de o "Exterminado do Futuro" mas os cientistas veem possibilidades que os logaritmos que decidem milhões de transações financeiras por segundo possam romper a ordem mundial e acabar com a vida humana

Em seguida eles poderia provocar ataques cibernéticos mundiais, ou uma onda de ataques terroristas digitais capazes de sobrecarregar e danificar todo  o sistema informático, as fontes de energia e de passagem as comunicações e todos os tipos de transportes
Em continuação mencionam o risco de infecção através das armas biológicas, que poderiam vir do laboratório de um louco, até mesmo de um ditador ou como parte de uma guerra fora de controle. e como alternativa, também veem a possibilidade de uma pandemia, um vírus ou bactéria que nenhuma vacina nem antibiótico possa curar e que se espalha por todo o planeta. (Lembram-se do começo da AIDS?)
 Outras ameaças potenciais para a humanidade são os atos de sabotagem da cadeia alimentar, as condições meteorológicas extramas causadas pela mudanças climáticas e, portanto, inundações, furacões, terremotos, um ou mais asteroides que se chocasse com a terra, e finalmente uma guerra termonuclear química

Fonte - . PD. AcontecerCristiano.Net 

Tradução
Manoel Barbosa da Silva
Tradução Livre

Postagens de Destaque