domingo, 8 de fevereiro de 2015

A Herança dos Santos - Glória Indescritível

 
 Glória Indescritível 
    Vi a extraordinária amabilidade e glória de Jesus. Seu semblante era mais brilhante do que o Sol ao meio-dia. Seu manto era mais alvo do que o branco mais claro. Como    posso ... descrever-vos as glórias do Céu e os belos anjos cantando e tocando suas harpas de dez cordas? Carta 3, 1851. 
    As maravilhosas coisas que ali vi, não as posso descrever. Oh! se me fosse dado falar a língua de Canaã, poderia então contar um pouco das glórias do mundo melhor. Primeiros Escritos, pág. 19. 
    A linguagem é demasiadamente fraca para tentar uma descrição do Céu. Apresentando-se diante de mim aquela cena, fico inteiramente absorta. Enlevada pelo insuperável esplendor e excelente glória, deponho a pena e exclamo: "Oh, que amor! que amor maravilhoso!" A linguagem mais exaltada não consegue descrever a glória do Céu, ou as profundidades incomparáveis do amor de um Salvador. Primeiros Escritos, pág. 289. 
    A linguagem humana não é adequada para descrever a recompensa dos justos. Será conhecida apenas dos que a contemplarem. Nenhum espírito finito pode compreender a glória do Paraíso de Deus. O Grande Conflito, pág. 675. 
    Se pudéssemos ter mesmo que uma só visão da cidade celestial, nunca mais desejaríamos morar outra vez na Terra. The Signs of the Times, 8 de abril de 1889. 

    Cursos de Água, Colinas e Árvores 
    Ali vimos a árvore da vida e o trono de Deus. Do trono provinha um rio puro de água, e de cada lado do rio estava a árvore da vida. De um lado     do rio havia um tronco da árvore, e do outro lado outro, ambos de ouro puro e transparente. A princípio pensei que via duas árvores. Olhei outra vez e vi que elas se uniam em cima numa só árvore. Assim estava a árvore da vida em ambos os lados do rio da vida. Seus ramos curvavam-se até o lugar em que nos achávamos, e seu fruto era esplêndido; tinha o aspecto de ouro, de mistura com prata. Primeiros Escritos, pág. 17. 
    Existem torrentes sempre a fruir, claras como cristal, e ao lado delas, árvores ondeantes projetam sua sombra sobre as veredas preparadas para os resgatados do Senhor. Ali as extensas planícies avultam em colinas de beleza, e as montanhas de Deus erguem seus altivos píncaros. Nessas pacíficas planícies, ao lado daquelas correntes vivas, o povo de Deus, durante tanto tempo peregrino e errante, encontrará um lar. O Grande Conflito, pág. 675. 

    Flores, Frutos e Animais 
    Vi outro campo repleto de todas as espécies de flores; e, quando as apanhei, exclamei: "Elas nunca murcharão." Em seguida vi um campo de relva alta, cujo belíssimo aspecto causava admiração; era uma vegetação viva, e tinha reflexos de prata e ouro quando magnificamente se agitava para glória do Rei Jesus. Entramos, então, num campo cheio de todas as espécies de animais: o leão, o cordeiro, o leopardo, o lobo, todos juntos em perfeita união. Passamos pelo meio deles, e pacificamente nos acompanharam. 
    Dali entramos num bosque, não como os escuros bosques que aqui temos, não, absolutamente, mas claro e por toda parte glorioso; os ramos da árvores agitavam-se de um para outro lado, e todos exclamamos:   "Moraremos com segurança na solidão, e dormiremos nos bosques." Atravessamos os bosques, pois estávamos a caminho do Monte Sião. ... 
    [Estava] sobre o monte um belo templo. ... Para embelezar o lugar, havia em redor do templo todas as espécies de árvores; o buxo, o pinheiro, o cipreste, a oliveira, a murta, a romãzeira e a figueira, curvada ao peso de seus figos maduros, embelezavam aquele local. ... 
    E vi uma mesa de pura prata; tinha muitos quilômetros de comprimento, contudo nossos olhares podiam alcançá-la toda. Vi o fruto da árvore da vida, o maná, amêndoas, figos, romãs, uvas e muitas outras espécies de frutas. Pedi a Jesus que me deixasse comer do fruto. Primeiros Escritos, págs. 18 e 19. 

    O Vigor de Eterna Mocidade 
    Todos saem do túmulo com a mesma estatura que tinham quando ali entraram. Adão, que está em pé entre a multidão dos ressuscitados, é de grande altura e formas majestosas, de estatura pouco menor que o Filho de Deus. Apresenta assinalado contraste com o povo das gerações posteriores; sob este único ponto de vista se revela a grande degeneração da raça. Todos, porém, surgem com a louçania e vigor de eterna mocidade. ... Restabelecidos à árvore da vida, no Éden há tanto tempo perdido, os remidos crescerão (Mal. 4:2) até à estatura completa da raça em sua glória primitiva. O Grande Conflito, págs. 644 e 645. 
    Se Adão, ao ser criado, não houvesse sido dotado de vinte vezes maior força vital do que os homens possuem agora, a humanidade, com seus presentes métodos de vida que constituem uma violação da lei natural, já estaria extinta. Fundamentos da Educação Cristã, pág. 23.  Ninguém necessitará ou desejará repouso. Não haverá cansaço em fazer a vontade de Deus e oferecer louvor a Seu nome. Sempre sentiremos a frescura da manhã, e sempre estaremos longe de seu termo. ... A aquisição de conhecimentos não cansará o espírito nem esgotará as energias. O Grande Conflito, págs. 676 e 677. 
    O Céu é todo saúde. Testemunhos Seletos, vol. 1, pág. 179. 

    Felicidade Assegurada 
    Jesus ergueu o véu da vida futura. "Na ressurreição", disse Ele, "nem casam nem são dados em casamento; mas serão como os anjos de Deus no Céu." Mat. 22:30. O Desejado de Todas as Nações, pág. 605. 
    Homens há, hoje em dia, que exprimem sua crença em que haverá casamentos e nascimentos na Nova Terra; aqueles, porém, que acreditam nas Escrituras, não podem aceitar tais doutrinas. A doutrina de que nasçam crianças na Nova Terra não é parte da "firme palavra da profecia". ... 
    É presunção condescender com suposições e teorias quanto a temas que Deus não nos deu a conhecer em Sua Palavra. Não necessitamos entrar em especulação relativamente ao nosso estado futuro. Mensagens Escolhidas, vol. 1, págs. 172 e 173. 
    Os obreiros de Deus não devem gastar tempo especulando quanto às condições que hão de reinar na Nova Terra. É presunção ocupar-se com suposições e teorias relativamente a assuntos que o Senhor não revelou. Ele tem tomado todas as providências para nossa felicidade na vida futura, e não nos compete especular quanto a Seus planos a nosso respeito. Nem devemos calcular as condições da vida futura pelas desta vida. Obreiros Evangélicos, pág. 314. 

Ellen White
Eventos Finais - Pags 284 - 291

Postagens de Destaque