segunda-feira, 21 de outubro de 2013

Reforma de Saúde ou Deformação da Saúde

Ellen White

Tenho algo que dizer com referência a pontos de vista extremos acerca da reforma de saúde. A reforma de saúde torna-se a deformação da saúde, destruidora da saúde, quando levada a extremos.
Não tereis êxito nos hospitais, onde os doentes são tratados, se lhes prescreverdes o mesmo regime que prescrevestes para vós e vossa esposa. Asseguro-vos que não são recomendáveis vossas idéias acerca do regime para os doentes.
A mudança é demasiado grande. Conquanto eu rejeite os alimentos cárneos como nocivos, pode-se usar alguma coisa menos objetável, e isto se encontra nos ovos. Não retireis da mesa o leite, nem proibais seu uso no cozimento de alimentos. O leite que se usa deve ser conseguido de vacas sadias, e ser esterilizado.
Os que assumem um ponto de vista extremo quanto à reforma de saúde correm o risco de preparar pratos insípidos. Isto se tem feito repetidamente. O alimento ficou tão insípido que era recusado pelo estômago. O alimento dado aos doentes deve ser variado. Não lhes devem ser dados os mesmos pratos vez após vez. ...
Tenho-vos dito estas coisas porque fui instruída de que estais prejudicando vosso corpo mediante um regime de miséria. Devo dizer-vos que não convirá instruirdes os estudantes como tendes feito, acerca da questão do regime, porque vossas idéias acerca de descartar certas coisas não serão para benefício dos que carecem de auxílio.
Irmão e irmã __________, tenho toda confiança em vós, e desejo grandemente que tenhais saúde física, a fim de que possais ser perfeitamente sadios espiritualmente. É a falta de alimento conveniente que vos tem feito sofrer tanto. Não tendes tomado o alimento necessário para nutrir vossas débeis forças físicas. Não deveis negar-vos o alimento bom e saudável.
Certa vez o doutor __________ procurou ensinar nossa família a cozinhar de acordo com a reforma de saúde, conforme ele a entendia, sem sal nem qualquer outra coisa para temperar o alimento. Bem, resolvi experimentá-lo, mas fiquei com as forças tão reduzidas que tive de fazer uma mudança; e iniciei uma prática diferente, com grande êxito. Digo-vos isto porque sei que estais em positivo perigo. O alimento deve ser preparado de modo que seja nutritivo. Não deve ser roubado daquilo que o organismo precisa.
O Senhor convida o irmão e a irmã _________ a reformarem-se, a observar períodos de repouso. Não é correto assumirdes encargos como o tendes feito no passado. A menos que leveis isto a sério, sacrificareis a vida que é tão preciosa à vista do Senhor. "Não sabeis que... não sois de vós mesmos? Porque fostes comprados por bom preço; glorificai, pois, a Deus no vosso corpo e no vosso espírito, os quais pertencem a Deus."... I Cor. 6:19 e 20.
Não vades a extremos com respeito à reforma de saúde. Alguns dentre nosso povo são muito descuidosos na questão dessa reforma. Mas, por estarem muito atrasados, não deveis vós, para lhes serdes um exemplo, ser extremistas.
Não vos deveis abster da espécie de alimento que forma bom sangue. Vossa dedicação aos princípios verdadeiros está-vos levando a vos submeter a um regime alimentar que vos proporciona uma experiência que não recomenda a reforma de saúde. Este é vosso perigo. Quando virdes que vos estais tornando fracos fisicamente, é-vos necessário fazer mudanças, e desde logo.
Ponde em vosso regime algo do que dele excluístes. É vosso dever fazer isso. Obtende ovos, de galinhas sadias. Usai esses ovos cozidos ou crus. Ponde-os crus no melhor vinho sem fermento que possais obter. Isto vos suprirá ao organismo o que lhe é necessário. Nem por um instante penseis que não seja direito fazer isso. ...
Apreciamos vossa experiência como médico, e todavia digo que leite e ovos devem ser incluídos em vosso regime. Estes artigos não podem presentemente ser dispensados, e não deve ser ensinada a doutrina de dispensá-los.
Estais em perigo de assumir um ponto de vista demasiado radical acerca da reforma de saúde, e de prescrever para vós mesmos um regime que não vos sustentará. ...
Tenho esperança de que levareis a sério as palavras que vos tenho dirigido. Foi-me apresentado que não podereis exercer influência de maior êxito na reforma de saúde a menos que em algumas coisas vos torneis mais liberais para com vós mesmos e com outros. Virá o tempo em que o leite não poderá mais ser usado tão livremente como o é agora; mas o momento presente não é tempo para descartá-lo. E os ovos contêm propriedades que são agentes medicinais para combater venenos. E conquanto tenham sido dadas advertências contra o uso desses artigos em famílias onde as crianças eram viciadas, e muito viciadas no hábito da masturbação, contudo não devemos considerar negação dos princípios usar ovos de galinhas bem cuidadas e alimentadas devidamente. ...
Deus apela àqueles por quem Cristo morreu a tomarem o devido cuidado consigo mesmos e darem aos outros um exemplo correto. Meu irmão, não deveis fazer da questão do regime uma prova para o povo de Deus; pois perderão a confiança em ensinos que são levados ao extremo.
Deseja o Senhor que Seu povo seja íntegro em todos os pontos da reforma de saúde, mas não devemos ir a extremos. ...
A razão da saúde deficiente do doutor ________ é o sacar demais sobre o seu depósito no banco da saúde, e então deixar de repor a importância sacada, mediante alimento saudável, nutritivo e de bom paladar. Meu irmão, dedicai vossa vida toda Àquele que por amor de vós foi crucificado, mas não vos cinjais a um regime escasso, pois assim representais erradamente a reforma de saúde.
Conquanto trabalhemos contra a glutonaria e a intemperança, devemos todavia lembrar os meios e os recursos da verdade do evangelho, que se recomendam ao são juízo. Para realizarmos nosso trabalho em linhas retas e simples, temos de reconhecer as condições às quais a família humana está sujeita. Deus tomou providências para os que vivem nos diferentes países do mundo. Os que desejam ser coobreiros de Deus devem considerar cuidadosamente a maneira em que ensinam a reforma de saúde na grande vinha de Deus. Devem agir cuidadosamente ao especificarem justamente quais os alimentos que devem ser usados, e quais os que o não devem. O mensageiro humano deve unir-se ao divino Auxiliador ao apresentar a mensagem de misericórdia às multidões que Deus deseja salvar.
Havemos de ser levados a relacionar-nos com as massas. Se a reforma de saúde lhes for ensinada em sua modalidade mais extrema, resultará dano.
Pedimos-lhes que abandonem o uso da carne, e do chá e café. Isto está bem. Alguns, porém, dizem que o leite também deve ser abandonado. Este é um assunto que deve ser tratado com cuidado. Há famílias pobres, cujo regime consiste de pão e leite e, caso consigam obter, um pouco de fruta. Todo alimento cárneo deve ser abandonado, mas as verduras devem-se tornar saborosas com um pouco de leite ou nata, ou algo equivalente. Dizem os pobres, quando lhes é apresentada a reforma de saúde: "Que havemos de comer? Não podemos comprar nozes."
Quando prego o evangelho aos pobres, sou instruída a dizer-lhes que comam o alimento mais nutritivo. Não lhes posso dizer: Não deveis comer ovos, nem leite, nem nata; não deveis usar manteiga no preparo do alimento. O evangelho tem de ser pregado aos pobres, e não chegou ainda o tempo de prescrever o regime mais estrito.
Virá o tempo em que talvez tenhamos que abandonar alguns dos artigos de alimentação que usamos agora, tais como leite, nata e ovos; mas minha mensagem é que não deveis introduzir-vos a um tempo de angústia antecipadamente, afligindo-vos assim com a morte. Esperai até que o Senhor prepare o caminho perante vós.
As reformas levadas ao extremo talvez se acomodem a certa classe, capazes de obter tudo de que precisam para tomar o lugar dos artigos descartados; essa classe, porém, constitui muito pequena minoria do povo ao qual esses testes parecem desnecessários. Há os que procuram abster-se daquilo que é declarado ser prejudicial. Deixam de suprir ao organismo a nutrição apropriada, e em conseqüência tornam-se fracos e incapazes de trabalhar. Assim é difamada a reforma de saúde. A obra que temos procurado erguer solidamente confunde-se com coisas estranhas, que Deus não ordenou. São estropiadas as energias da igreja.
Deus, porém, interferirá para evitar os resultados dessas idéias zelosas demais. O evangelho deve pôr em harmonia a raça pecadora. Destina-se a levar ricos e pobres, juntos, aos pés de Jesus. ...
Mas desejo dizer que, quando chegar o tempo em que não mais seja seguro usar leite, nata, manteiga e ovos, Deus o revelará. Extremo algum deve ser defendido na reforma de saúde. A questão de usar leite, manteiga e ovos resolverá o seu problema. Ao presente não nos preocupamos com isso. Seja conhecida de todos os homens a vossa moderação. Carta 37, 1904.
Na noite passada sonhei que estava conversando com o doutor _______ Disse-lhe: Deveis ainda ter cuidado com respeito aos extremos no regime alimentar. Não deveis ir a extremos, quer em vosso próprio caso, quer a respeito do alimento provido aos auxiliares e pacientes do hospital. Os pacientes pagam bom preço para a pensão, e devem ter alimentação abundante.
Alguns talvez cheguem ao hospital em estado que exija severa negação do apetite e ministração do alimento mais simples, mas à medida que sua saúde melhore, deve-se-lhes suprir liberalmente alimento nutritivo. Carta 37, 1904.

Conselho sobre o regime alimentar, Pag 207

Postagens de Destaque