segunda-feira, 2 de março de 2015

A quem Deus aceita


Resultado de imagem para imagens fotos de deus


A quem Deus aceita, 2 de Março 

Eis para quem olharei: para o pobre e abatido de espírito e que treme diante da Minha palavra. Isaías 66:2. 

Os que buscam distinção e glórias mundanas cometem um erro lamentável. É aquele que nega a si mesmo, dando a outros a preferência, que se assentará mais próximo de Cristo em Seu trono. Aquele que lê o coração vê o verdadeiro mérito possuído pelos discípulos humildes e abnegados, e por serem eles dignos, coloca-os Ele em posições de distinção, embora não reconheçam sua dignidade e não busquem honras. ... Deus não atribui valor nenhum à vaidade ou à ostentação exterior. 
Muitos que nesta vida são considerados superiores a outros, verão um dia que Deus avalia os homens de acordo com a compaixão e renúncia que possuem. ... Os que seguem o exemplo dAquele que andou fazendo o bem, e que ajudam e beneficiam aos semelhantes, procurando sempre erguê-los, são à vista de Deus infinitamente mais elevados do que os egoístas que se exaltam a si mesmos. 
Deus não aceita os homens por causa de suas habilidades, mas porque buscam a Sua face, desejosos de serem por Ele ajudados. Deus não vê como vê o homem. Ele não julga segundo as aparências. Esquadrinha o coração e julga com justiça. “Eis para quem olharei”, diz Ele: “para o pobre e abatido de espírito e que treme diante da Minha palavra.” Isaías 66:2. 
Ele aceita Seus seguidores humildes, e despretensiosos, e com eles comunga; pois neles vê o mais precioso material, que resistirá à prova das tormentas e tempestades, do calor e da pressão. Nosso objetivo em trabalhar para o Mestre deve ser a glorificação de Seu nome e a conversão de pecadores. 
Os que trabalham para  receber aplausos não são aprovados por Deus. ... Obreiros humildes, que não confiam em seus grandes dotes, mas trabalham com simplicidade, confiando sempre em Deus, participarão do júbilo do Salvador. Suas orações perseverantes levarão pessoas junto à cruz. Anjos celestiais responderão aos seus esforços abnegados. ... Esses obreiros são árvores da plantação do Senhor. Em sentido especial produzem fruto igual ao produzido pelos apóstolos. Rica recompensa os espera na vida futura. — The Review and Herald, 4 de Julho de 1907.

Ellen White
Nos Lugares Celestiais - MM 1867 Pag. 142

Postagens de Destaque