quinta-feira, 12 de novembro de 2015

“Memória diante de Deus”




“Memória diante de Deus”

As tuas orações e as tuas esmolas têm subido para memória diante de Deus. Atos dos Apóstolos 10:4. 


Favor maravilhoso, para qualquer homem nesta vida, é ser elogiado por Deus como foi Cornélio. E qual foi a razão dessa aprovação?  “Tuas orações e as tuas esmolas têm subido para memória diante de Deus.” Nem orações nem esmolas têm em si mesmas qualquer virtude, para que recomendassem a Deus o pecador; a graça de Cristo, mediante Seu sacrifício expiatório, tão-somente, pode renovar o coração, e tornar aceitável a Deus nosso serviço. Esta graça operou no coração de Cornélio. Embora ele não conhecesse o Filho de Deus tal como foi revelado em Sua vida na Terra, o Espírito de Cristo lhe falara ao coração; Jesus o atraíra, e ele cedera à atração. Suas orações e esmolas não foram extorquidas dele, ou conseguidas com insistência; não eram o preço que ele procurava pagar a fim de assegurar o Céu, mas eram, sim, o fruto do amor e gratidão a Deus. Tal oração, de um coração sincero, ascende ao Senhor qual incenso; e as ofertas à Sua causa, e as dádivas aos necessitados e sofredores, são um sacrifício que bem Lhe agrada. Assim as dádivas dos irmãos filipenses, que supriam as necessidades do apóstolo Paulo, quando prisioneiro em Roma, são chamadas “cheiro de suavidade e sacrifício agradável e aprazível a Deus.” Filipenses 4:18. 
Orações e esmolas acham-se estritamente ligadas entre si, como expressão do amor a Deus e aos nossos semelhantes. São a atuação de dois grandes princípios da lei divina: “Amarás, pois, ao Senhor, teu Deus, de todo o teu coração, e de toda a tua alma, e de todo o teu entendimento, e de todas as tuas forças; e... amarás o teu próximo como a ti mesmo.” Marcos 12:30, 31.

Resultado de imagem para imagens de doações aos pobres ções aos pobres

 Assim, embora nossas ofertas não nos recomendem a Deus, nem nos ganhem o Seu favor por merecimento, são uma prova de que recebemos a graça de Cristo. 632 “Memória diante de Deus”, 26 de Outubro 633 São uma demonstração da sinceridade de nossa profissão de amor. — The Review and Herald, 9 de Maio de 1893. 
As ofertas que são o fruto da negação de si mesmo, motivadas pelo amor, são representadas pelas palavras proferidas por Deus a Cornélio: “As tuas orações e as tuas esmolas têm subido para memória diante de Deus.” Atos dos Apóstolos 10:4. 
Quem não deseja tais memórias — ações que estão perante Deus qual voz que fala em favor do instrumento humano, mantendo nosso nome sempre presente e fragrante no santuário celestial? — The Review and Herald, 16 de Maio de 1893.

Ellen White
Nos Lugares Celestiais Pag. 632

Postagens de Destaque